manculi

 

 

urbe

Esse ensaio tem em seu cerne a multiplicidade: transita por técnicas e poéticas diferentes, desde a fotografia analógica 35mm, a fotografia digital, processos alternativos de tratamento químico de negativos de médio formato. É uma crítica e uma ode ao caos metropolitano tanto quanto uma investigação dos limites da fotografia não apenas no sentido técnico, mas enquanto portadora de significados, como unidade sígnica.

© Manculi - 2016 - manculi@gmail.com